HAAS: Tudo o que precisas saber antes do início da temporada

POSTED BY Ruben Manha Setembro 13, 2020 in Fórmula 1
Post thumbnail

Com o lançamento da iteração mais recente da série de F1 produzida pela Codemasters dia 10 de Julho, começamos a caminhar a passo cada vez mais rápido para o início de mais uma temporada na PTRL. Doze rondas que irão colocar à prova os nossos pilotos, naquela que será a quinta temporada da divisão de topo da PTRL.

Estreantes promissores, veteranos que mostram ainda estar aqui para “as curvas” (e retas) e pilotos que têm a oportunidade de aprender imenso e dar-nos algumas surpresas.
No entanto, antes da ação em pista dia 13 de Setembro, no circuito de Spa-Francorchamps, no GP da Bélgica, iremos olhar para os line-ups que cada equipa apresentou durante o preparar da nova época.

Diogo Filipe

Diogo Filipe sabe o que é preciso para ser rápido na Ultimate Series, tendo já alguns pódios e vitórias no seu palmarés. No entanto, a temporada passada foi demasiado inconstante para o piloto mostrar o que consegue fazer.

Foi preciso quatro corridas para Filipe somar aos zero pontos das primeiras rondas do campeonato como resultado de dois abandonos e do décimo segundo lugar em Silverstone, com o oitavo lugar conquistado num difícil e polémico GP do Azerbaijão. Falha os pontos por muito pouco na debaixo de chuva na Hungria antes de abandonar em Espanha, quando uma perda de controlo na curva 9 o colocou no muro.

Volta aos pontos no japão com sétimo lugar, mas um DNF em Albert Park revela muita da história da sua temporada, que termina com sexto no Barém e EUA com DNF pelo meio na Alemanha. Quando chegava ao fim obtia bons resultados, mas faltou consistência ao piloto toda a época.

Hugo Braga

Hugo Braga vem para a sua temporada de estreia na Liga Ultimate após duas tenporadas convincentes na Liga Pro. O piloto mostrou-se um regular candidato a Top 10, com apenas um abandono nas primeiras seis corridas, mas mostrou-se mais competitivo no Japão e Barém, onde conquista quarto e quinto lugar, terminando a época com décimo na Alemanha e sétimo nos EUA.

A mini-temporada seguinte não começa da melhor forma, com DNF na China, mas nas três corridas seguintes foi muito forte, fazendo pódio em Abu Dhabi, vencendo em singapura após muito boa batalha com José Marques, e fechando o campeonato com quarto em Barcelona.

O que esperar?

Apenas em quatro ocasiões a equipa americana viu os seus pilotos atingir os lugares pontuáveis, sendo a primeira delas apenas à sexta corrida em Budapeste, estabelecendo como melhor resultado o sexto lugar atingido na Alemanha. A Haas pretende obter uma melhor época e para isso conta com um alinhamento com potencial, mas que certamente apresenta algumas questões.

A Haas espera conseguir um Diogo Filipe mais consistente e que Braga se adapte á maior competição na Liga Ultimate, para que possa montar uma melhor campanha na temporada que vem aí.

Podem acompanhar a ação em pista dia 13 de Setembro no canal da Twitch da RTP Arena com a transmissão da ronda inaugural, o Grande Prémio da Bélgica.

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *