RED BULL: Tudo o que precisas saber antes do início da temporada

POSTED BY Ruben Manha Setembro 10, 2020 in Fórmula 1
Post thumbnail

Com o lançamento da iteração mais recente da série de F1 produzida pela Codemasters dia 10 de Julho, começamos a caminhar a passo cada vez mais rápido para o início de mais uma temporada na PTRL. Doze rondas que irão colocar à prova os nossos pilotos, naquela que será a quarta temporada da divisão de topo da PTRL no PC.

Estreantes promissores, veteranos que mostram ainda estar aqui para “as curvas” (e retas), e pilotos que têm a oportunidade de aprender imenso e dar-nos algumas surpresas.
Antes da ação em pista dia 13 de Setembro, no circuito de Spa-Francorchamps, no GP da Bélgica, iremos olhar para os line-ups que cada equipa apresentou durante o preparar da nova época.

Guilherme Franco

A maior das aquisições da equipa de Milton Keynes é a de Guilherme Franco, em quem a equipa austríaca deposita esperanças numa evolução dos resultados obtidos por parte do piloto, que logo na época de estreia conquistou a vitória nos GP do Azerbeijão e Mónaco e a segunda posição no GP da Hungria, e na sua segunda campanha, continuou a mostrar ser um piloto em quem se pode contar para aproveitar deslizes dos favoritos.

Apesar de apenas ter falhado o Top 5 até à terceira ronda do campeonato, em Xangai, mostrou o seu valor nos circuitos citadinos ao vencer o GP do Azerbaijão pela segunda vez consecutiva de forma dominante, numa corrida marcada pelo polémico toque entre Rui Queirós e João Magalhães que vitimou a asa dianteira do Ferrari de Magalhães.

Franco podia ter aproveitado a vitória para colocar mais pressão nos líderes mas infelizmente não conseguiu reaparecer no pódio até aos GP da Austrália e Barém (oitava e nona rondas), onde pisou o lugar mais baixo do pódio. Ainda consegue mais uma presença nos cinco melhores em Hockenheimring, onde faz quarto lugar, mas esteve uns furos abaixo na última ronda em Austin onde é sétimo classificado, posição abaixo da qual não terminou toda a época, apesar de a ter atingido também no Canadá e em Barcelona.

Damião Santos

Promovido da segunda divisão, Damião Santos mostrou ter andamento para a divisão superior da PTRL terminando fora do pódio por apenas duas vezes, com outras duas ocasiões em que não concluíu a corrida, em doze etapas, naquele que foi um esforço notável para conquistar o campeonato de construtores para a equipa de Groove.

No entanto, apesar das estatísticas invejáveis do piloto na sua campanha, com quatro segundos lugares e três terceiras posições, a falta de vitórias será certamente um motivador na temporada que se avizinha, especialmente Luís Costa, na altura seu colega de equipa, que teve melhor resultado que Santos em cinco das oito etapas que disputaram juntos, e será uma rivalidade que se irá estender na nova época, que será de estreia para ambos.

O que esperar?

A Red Bull aposta numa evolução da parte de ambos os pilotos, Franco precisa de melhor consistência para que consiga usar a sua especialidade em circuitos citadinos para ganhar vantagem sobre os oponentes.

Damião Santos terá que se mostrar mais à vontade com adaptar a sua abordagem à corrida e mudanças de situação de corrida para conseguir aproveitar oportunidades de obter melhores resultados.

Podem acompanhar a ação em pista dia 13 de Setembro no canal da Twitch da RTP Arena com a transmissão da ronda inaugural, o Grande Prémio da Bélgica.

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *