MERCEDES: Tudo o que precisas saber antes do início da temporada

POSTED BY Ruben Manha Setembro 10, 2020 in Fórmula 1
Post thumbnail

Com o lançamento da iteração mais recente da série de F1 produzida pela Codemasters dia 10 de Julho, começamos a caminhar a passo cada vez mais rápido para o início de mais uma temporada na PTRL. Doze rondas que irão colocar à prova os nossos pilotos, naquela que será a quarta temporada da divisão de topo da PTRL no PC.

Estreantes promissores, veteranos que mostram ainda estar aqui para “as curvas” (e retas), e pilotos que têm a oportunidade de aprender imenso e dar-nos algumas surpresas.
Antes da ação em pista dia 13 de Setembro, no circuito de Spa-Francorchamps, no GP da Bélgica, iremos olhar para os line-ups que cada equipa apresentou durante o preparar da nova época.

Rui Queirós

Queirós já tinha demonstrado o seu valor durante o seu tempo na segunda liga, com o momento mais relevante a vitória em Budapeste, em que foi o único piloto a fazer resultar a estratégia de pneus Macio – Médio, e a temporada anterior serviu para confirmar todo o potencial prometido, mas terá certamente tido um sabor algo agridoce para o piloto que representava a Renault.

Logo antes do início da temporada, um problema técnico afasta-o da prova inaugural. Quando a ação em pista retomou, Queirós aproveitou um erro de Miguel Carvalho da Williams para vencer o GP do Canadá, e começa aí uma temporada em que conquista quatro vitórias e nove pódios, sete dos mesmos conquistados nas últimas sete corridas.

Voltaria a ter um deslize em Baku, numa prova em que apesar da boa qualificação, um incidente bastante cedo forçou Queirós a recuperar para quinto lugar, que viria a ser o seu pior resultado de toda a temporada. À partida para a última ronda do campeonato, ainda existia a possibilidade de bater João Magalhães (Ferrari), mas em confronto direto, foi o piloto da equipa de Maranello a levar a melhor, e a selar o título.

Daniel Peixoto

Do outro lado da garagem temos o veterano Daniel Peixoto, que é um dos pilotos que se manteve na divisão principal da PTRL desde a primeira temporada, mas vem de uma temporada bastante difícil, com três abandonos e falhando os pontos em outras três corridas, embora por duas ocasiões tenha ficado em décimo primeiro lugar.

Teve, no entanto, uma amostra do que ainda pode oferecer no GP da Hungria, em que mostrou a sua experiência ao conseguir evitar os erros cometidos por pilotos considerados mais rápidos, e conquistou o oitavo lugar, o melhor resultado da época.

O que esperar?

Queirós é certamente um dos candidatos ao título nesta nova temporada, e será crucial que Queirós encontre a mesma consistência e habilidade de gestão de pneus neste novo jogo para manter a vantagem sobre os rivais.

Já no outro lado da garagem, o “Mr. Décimo Lugar” terá uma grande oportunidade de aprender com o mais bem-sucedido colega de equipa e voltar a lutar por posições regulares no Top 10. Veremos se os cinco pontos obtidos na totalidade da temporada anterior foram apenas um “buraco na estrada”, ou se são simplesmente resultado de maior competitividade na primeira divisão.

Podem acompanhar a ação em pista dia 13 de Setembro no canal da Twitch da RTP Arena com a transmissão da ronda inaugural, o Grande Prémio da Bélgica.

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *